1945: O ano que não houve Exposição no Crato.Será se não teremos em 2020?


Fotografia: Acervo Lúcia Castro.

Por Adeildo de Sousa /Historiador 

O ano era 1945. O mundo estava devastado pelas implicações causadas pela Segunda Guerra Mundial, e buscava a passos curtos, sua reconstrução. 

O Brasil, sob o comando do presidente Getúlio Vargas, adere ao conflito entrando na guerra em 1942, participando das batalhas de Monte Castelo, Montese e Turim na Itália, de onde saiu vitorioso.

Em Dezembro de 1944, ocorreu em nossa cidade à primeira “Exposição Regional Agropecuária do Crato”, fruto da articulação de um grupo de criadores e entusiastas locais. 

O evento tinha por objetivo, realizar uma exposição que desse notoriedade ao município e ao mesmo tempo, buscava promover o desenvolvimento da pecuária caririense.

Chegou o ano de 1945, porém a 2ª edição não aconteceu. Com o final da Segunda Guerra Mundial e devido a questões econômicas, não foi viável a realização de gastos com eventos de grande porte. 

Somente no ano de 1953, durante a gestão do Prefeito Décio Teles Cartaxo, quando o Crato completou 100 anos de elevação a categoria de cidade, é que se deu a 2ª edição do evento. A referida edição ocorreu entre os dias 14 e 17 de Outubro de 1953, num antigo bosque situado ao lado do antigo Hospital São Francisco de Assis, na área em que hoje se situa a Praça Alexandre Arraes/Quadra Bicentenário.

Na atualidade, ao vivenciarmos a questão do isolamento social motivado pela pandemia do novo Coronavírus, muito provavelmente não tenhamos a edição de 2020, ou quem sabe, esta seja adiada para um momento mais oportuno, em que se possa novamente realizar eventos e/ou festividades, que permitam a aglomeração de pessoas.


Postar um comentário

1 Comentários

  1. Deus é o Senhor dos impossíveis. A nós míseros humanos cabe confiar.

    ResponderExcluir